REDE DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO
  • Publicado em 19/11/2020 às 19:25

     


  • Rede GIC aprova primeiro projeto em associação na CAPES

    Publicado em 24/11/2020 às 22:05

    A Rede GIC aprovou seu primeiro projeto em associação na CAPES envolvendo pesquisadores de Ciência de Dados & Tecnologia (UFSC/UFPR). O projeto aprovado, de natureza interdisciplinar, se intitula: Curadoria Digital de Dados e Informações para prevenção da violência nas famílias e comunidades.

    Continue a leitura » »


  • Sobre

    Publicado em 24/11/2020 às 11:20

    A criação da Rede de Gestão da Informação e do Conhecimento considerou inicialmente, entre outros aspectos, a necessidade de cooperação entre as Instituições de Ensino Superior diante dos desafios da conjuntura econômica; o papel estratégico da Ciência da Informação no desenvolvimento regional; as potencialidades e características regionais particulares e; a necessidade de intercâmbio e o caompartilhamento de estruturas e recursos.

    A ideia surgiu em 2017, durante o I Congresso de Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação, ocorridoem Florianópolis, na Universidade Federal de Santa  Catarina (UFSC), quando esta instituição, e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) assinaram a Carta de Florianópolis, na qual tornaram pública a intenção de criar a Rede Sul de Gestão da Informação.


  • Objetivos

    Publicado em 24/11/2020 às 11:01

    Acordo Institucional de Cooperação Técnica vem para gerar esforços para alcançar os seguintes objetivos:

    • Integrar e Fortalecer o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação nos termos do artigo 219-B da Constituição Federal;
    • Implantar e aprimorar a Rede de Gestão da Informação e do Conhecimento;
    • Participar em conjunto, na medida do possível, de seleção ou concorrência de órgãos públicos ou agências de fomento;
    • Promover intercâmbio acadêmico, por meio de convite a pesquisadores da Instituição para programas de curta e longa duração;
    • Receber discentes da Instituição parceira em suas atividades acadêmicas;
    • Organizar simpósios, conferências e encontros sobre temas de pesquisa de interesse mútuo;
    • Desenvolver programas de pesquisa conjunta, por meio de convênios ou contratos específicos;
    • Realizar intercâmbio de informações quanto ao desenvolvimento do ensino e da pesquisa em cada uma das instituições;
    • Determinar por acordo mútuo as diferentes áreas de cooperação bem como os termos, condições e métodos de implementação de cada projeto, a serem realizados por meio de convênios ou contratos específicos;
    • Contribuir para o fortalecimento das capacidades operacional, científica e tecnológica das instituições de ciência e tecnologia;
    • Incentivar ou participar da criação de ambientes favoráveis à inovação e às atividades de transferência de tecnologia;
    • Reunir e formalizar grupos de pesquisa no âmbito da Rede;
    • Prospectar parcerias em vista da internacionalização.

    Para acessar o documento completo, clique aqui!