REDE DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO
  • Publicado em 19/11/2020 às 19:25

     


  • Pesquisador da Rede GIC aprova projeto na FAPESC

    Publicado em 12/02/2021 às 14:02

    O Prof. Dr. Cezar Karpinski, do Grupo de Pesquisa em Gestão da Informação, Empreendedorismo e Inovação da UFSC, aprovou na FAPESC o projeto interdisciplinar intitulado “Espectroscopia(s) e microscopia eletrônica de varredura para tratamento do patrimônio documental catarinense”

    O estado de Santa Catarina é detentor de vasto patrimônio documental, de caráter histórico e arquivístico, que demanda estudos para sua preservação. Nesse sentido, o objetivo geral deste projeto é o de investigar como as tecnologias de espectroscopia e microscopia eletrônica de varredura podem contribuir com os processo de conservação e restauração de patrimônio documental em suporte de papel. Especificamente se objetiva: promover workshops com especialistas em espectroscopia e microscopia eletrônica de varredura e suas aplicabilidades no tratamento de documentos em suporte de papel; reunir equipe multidisciplinar para estudos de viabilidade técnica de prestação de serviço às instituições custodiadoras de patrimônio documental do Estado de Santa Catarina; identificar, a partir de um estudo de caso, metodologias apropriadas para potencializar tratamentos de conservação e restauração de patrimônio documental; desenvolver atividades de educação patrimonial a partir de oficinas de conservação preventiva de documentos em suporte de papel. No aspecto metodológico a pesquisa é aplicada e com procedimentos técnicos variados tais como: estudos laboratoriais de espectroscopia raman; estudos laboratoriais de espectroscopia infravermelho; estudos laboratoriais de microscopia eletrônica de varredura. O suporte técnico da pesquisa se dará de forma interdisciplinar e contará com equipe multidisciplinar formada por químicos, conservadores e restauradores. A viabilidade técnica se dará por meio de parcerias entre o Labcon e os laboratórios: Quimidex (UFSC) e Laboratório da ATECOR (Fundação Cultural Cararinense). O estudo de caso será aplicado ao patrimônio documental do Museu do Imigrante de Nova Veneza, a partir de parcerias anteriormente firmadas em projetos de extensão.

    http://lattes.cnpq.br/3833417126925918

     

    https://prpe.paginas.ufsc.br/files/2030/02/RESULTADO_FINAL_11-02-2021_assinado.pdf

    https://noticias.ufsc.br/2021/02/propesq-e-fapesc-divulgam-resultado-de-edital-de-apoio-a-novos-pesquisadores/

     

    E lançou recentemente em co-autoria com Keitty Rodrigues Vieira a obra: Escola de Chicago e Ciência da Informação: influências, aproximações e contribuições. 1. ed. Curitiba: Appris, 2020. 141p .

    O presente estudo trata da dissertação em andamento intitulada “As contribuições da Escola de Chicago para a Ciência da Informação”. O objetivo deste estudo é investigar as contribuições deixadas pelo referencial teórico-metodológico da Escola de Chicago para a Biblioteconomia e quais as influências destas contribuições para a Ciência da Informação no Brasil. A pesquisa caracteriza-se como qualitativa, quantitativa e exploratória do tipo bibliográfica, sem delimitação cronológica, a partir do método histórico. Como fundamentação teórica aborda uma breve história da Ciência da Informação e versa sobre os estudos históricos e epistemológicos da área. Além disso, trata dos fundamentos da Escola Sociológica de Chicago que fornece bases teórico-metodológicas para o movimento na Biblioteconomia. Os resultados preliminares já permitiram a reconstituição da criação do movimento da Escola de Chicago desde sua concepção no Departamento de Sociologia da Universidade de Chicago até seu envolvimento com o Graduate Library School. Percebe-se que os pesquisadores da Biblioteconomia influentes no movimento foram Lee Pierce Butler, Lester Eugene Asheim e Jesse Hauk Shera permitindo, portanto, que a análise de sua produção intelectual seja objeto de estudo na dissertação em desenvolvimento.

     

     

     


  • UFSCAR passa a integrar a Rede GIC

    Publicado em 12/02/2021 às 13:47

     

    A Reitora da UFSCAR, Prof. Dra. Wanda Aparecida Machado Hoffmann assinou em 18 de Dezembro de 2020 o têrmo aditivo para participação na Rede GIC.

    E designou o Prof. Rogério Aparecido Sá Ramalho  como coordenador institucional do convênio.

    http://lattes.cnpq.br/5602653417743793


  • Rede GIC aprova primeiro projeto em associação na CAPES

    Publicado em 24/11/2020 às 22:05

    A Rede GIC aprovou seu primeiro projeto em associação na CAPES envolvendo pesquisadores de Ciência de Dados & Tecnologia (UFSC/UFPR). O projeto aprovado, de natureza interdisciplinar, se intitula: Curadoria Digital de Dados e Informações para prevenção da violência nas famílias e comunidades.

    Continue a leitura » »


  • Sobre

    Publicado em 24/11/2020 às 11:20

    A criação da Rede de Gestão da Informação e do Conhecimento considerou inicialmente, entre outros aspectos, a necessidade de cooperação entre as Instituições de Ensino Superior diante dos desafios da conjuntura econômica; o papel estratégico da Ciência da Informação no desenvolvimento regional; as potencialidades e características regionais particulares e; a necessidade de intercâmbio e o caompartilhamento de estruturas e recursos.

    A ideia surgiu em 2017, durante o I Congresso de Gestão Estratégica da Informação, Empreendedorismo e Inovação, ocorridoem Florianópolis, na Universidade Federal de Santa  Catarina (UFSC), quando esta instituição, e a Universidade Federal do Paraná (UFPR) assinaram a Carta de Florianópolis, na qual tornaram pública a intenção de criar a Rede Sul de Gestão da Informação.